Levando-se em conta a dinâmica acelerada dos mercados em nível global e regional, o empresário precisa agora, mais do que nunca, investir em tecnologias que lhe permitam melhorar cada um de seus processos. Isto implica adotar estratégias de terceirização e contratar organizações especializadas cujas contribuições ofereçam mais valor a seus negócios. Desta forma, poderá desenvolver-se em um nível igual ou maior do que de seus concorrentes e obter maior participação de mercado.

A tecnologia nos negócios é uma necessidade crescente. À medida que o tempo passa, o mundo corporativo se torna cada vez mais tecnológico. A inovação nutre os negócios e, como a tecnologia cria o caminho adequado para a inovação, podemos dizer que eles necessitam da tecnologia para se manter.

O processo de transformação digital envolve mudanças de paradigmas entre as pessoas e os modelos de negócios. O empresário deve assumir um papel preponderante e sentir-se o centro desta revolução digital. Agora sim, fica claro que as empresas estarão adotando novos aplicativos, automatizarão processos e buscarão melhorar a eficiência produtiva. Tudo isto traz, de forma inerente, o aumento substancial de informação e de tráfego de dados pela rede. Adicionalmente, aumenta o fluxo de dados originados pela enorme quantidade de dispositivos conectados para satisfazer a demanda dos usuários e clientes. Esta situação representa um grande desafio para as empresas.

Os clientes hoje em dia já não são os mesmos de tempos atrás. Em sua maioria, buscam satisfazer uma necessidade pontual, sem perder tempo e usando o aplicativo melhor e mais atraente. Por isso, para se estar atualizado e inserido no mercado, deve-se responder a estes requisitos. Agora os usuários valorizam muito mais seu tempo e buscam efetuar compras mais simples e inteligentes.

As previsões sobre o crescimento do mercado de análise de dados e Big Data para a América Latina são positivas. Os principais analistas de mercado e líderes no tema preveem um crescimento superior a 40% na aquisição de soluções e implementação de ferramentas para a análise de dados avançados para os próximos cinco anos.

Muitos dos setores da indústria na América Latina mostram um interesse maior nas possibilidades que a análise avançada e o Big Data lhes oferece em termos econômicos a médio e longo prazo. Esta tendência se reflete na implementação de processos de modernização tecnológica para melhorar a coleta e a análise de dados em tempo real.  

Além disso, avaliamos isto a partir do ponto de vista da quantidade de informação, processamento de dados e armazenamento dos mesmos; vemos que estes aumentam a cada dia de forma exponencial.  De acordo com o gráfico anterior, o volume de dados chegará a 175 zetabytes em 2025 em nível mundial, o que significa 175 vezes a informação gerada em 2011. Nos últimos 2 anos, a quantidade de dados aumentou mais de 90%.

A grande quantidade de informação que tudo isto inclui, que aumenta e cresce de forma exponencial mês a mês, deve ser levada em conta na hora de contratar os serviços de telecomunicações que mais se adaptem a seus interesses, assim como as plataformas de TI, tais como equipamentos de processamento, monitoramento e armazenamento de dados. Também, para buscar soluções na nuvem adequadas ao negócio e, sobretudo, para manter tudo isto seguro das ameaças latentes no mundo do ciberespaço.

A informação que esses dispositivos administram é cada vez mais sensível ou relevante e mantê-los seguros tem importância vital. O crescimento da quantidade de dispositivos conectados supõe também um aumento no número de novas vulnerabilidades que os afetarão.

No gráfico anterior, observa-se que a tendência de crescimento dos dispositivos na Internet das Coisas (IoT, Internet of Things) é exponencial e calcula-se que até 2025 sejam mais de 21 bilhões. Para o mercado latino-americano, estima-se mais de 1 bilhão de dispositivos conectados.

Neste sentido, o empresário deve estar preparado e em constante aprendizado, levando em conta que o negócio digital moderno está centrado nos dados: em como são adquiridos, como são analisados e, consequentemente, como atuar sobre eles. A aquisição de dados é feita ao fazer com que seus produtos sejam mais inteligentes através do uso de IoT, Realidade Aumentada e Virtual (acrescentando os sensores adequados para que se saiba o que está ocorrendo) e ampliando os produtos. Por exemplo, os aplicativos que lhe permitem saber como seus clientes estão utilizando seu produto ou, simplesmente, que não o estão usando de forma alguma. 

Suponhamos que a compilação e armazenamento desses dados seja excelente. Então, deve-se pensar em como obter valor a partir deles e saber como analisa-los. A análise de dados é um dos casos de uso mais crítico para as organizações, já que é quando se obtém valor e se toma conhecimento do que deve ser feito no seguinte passo. Isto significa alimentar sua estratégia sobre o produto e, em última instância, sobre o negócio.

Quando sabe o que fazer, então executa. Isto significa, talvez, criar um novo produto ou melhorar um produto existente da forma que seja mais útil para seus clientes. Na maioria dos casos, isto implicaria na criação de um software novo ou melhor entregue através da nuvem e requer que a rede seja propagada a todos os usuários finais ou dispositivos.

O empresário e seu modelo de negócio digital devem estar focados nesta ideia. É ter um negócio que melhora continuamente e se mantém na vanguarda da concorrência, transitando pelos ciclos de melhora mais rapidamente do que outras organizações. A segurança é um elemento fundamental que o empresário deve levar em conta. Quando todos esses sistemas estiverem conectados, devem estar seguros. Portanto, contar com sistemas de segurança perfeitamente integrados, na forma através da qual os dados e os aplicativos são administrados, é essencial para a saúde do negócio digital a longo prazo.

À medida que as empresas conectam cada vez mais dispositivos nas redes, e aumenta o número de dispositivos pessoais para efetuar trabalhos remotos e acessar os dados de suas respectivas empresas, muitas brechas de segurança importantes e constantes se abrem para elas. Muitas empresas sofreram fortes ataques de Negação Distribuída de Serviço (DDoS na sua sigla em inglês), que foram executados, em sua maioria, explorando as debilidades de milhares de dispositivos conectados à IoT. A frequência de tais ataques cresce acima de 50% ano após ano. Existem mais de 1.3 bilhões de eventos de segurança relatados pelo CenturyLink Black Lotus Labs. Isto significa que os empresários devem investir e implementar as políticas de segurança adequadas e mecanismos que confisquem e mitiguem esses feitos que se encontram latentes no mundo do ciberespaço. Desta forma, protegerão o negócio e seus ativos.

Os objetivos do empresário neste mundo da transformação e do negócio digital estão focados em aumentar as funcionalidades, melhorar as eficiências operacionais, otimizar a experiência do cliente e levar em conta a segurança dos dados. Desta maneira, poderá se manter ativamente dentro do mercado

Autor:
Jesús Diez
Senior Manager, Data Center, Cloud & Security
CenturyLink, Latam